top of page
  • marvintoledo

Desafios Logísticos durante o Ano Novo Chinês de 2024


A China celebra o Ano Novo juntamente com o resto do mundo de acordo com o calendário gregoriano. No entanto, a tradição milenar de celebrar o próprio Ano Novo Lunar continua como uma festa massiva que se estende para além das fronteiras desse vasto país.


Em 2023, o Ano Novo Lunar começou no domingo, 22 de janeiro, e terminará em 9 de fevereiro de 2024. Assim, em 2024, o Ano Novo Lunar será no sábado, 10 de fevereiro, com a primeira lua cheia. O calendário lunar chinês é baseado nos ciclos da Lua, com um ano lunar composto por 12 meses, cada um com 29 a 30 dias. Portanto, o Ano Novo Chinês é celebrado em uma data diferente a cada ano.


Essa celebração é conhecida como um dos momentos festivos mais proeminentes na cultura chinesa, trazendo consigo uma série de dinâmicas logísticas que apresentam desafios notáveis para transportadoras e empresas. Esse período festivo, caracterizado por sua celebração ao longo de 15 dias e culminando com o Festival das Lanternas, não apenas implica uma interrupção significativa nas operações regulares, mas também desencadeia uma série de eventos que afetam de maneira marcante a cadeia de suprimentos e a logística em geral.


A complexidade logística começa aproximadamente três semanas antes do Ano Novo Chinês, quando as fábricas reduzem sua produção, fecham operações e os trabalhadores partem em viagens de volta às suas cidades natais para se juntarem às suas famílias na celebração do novo ano. Essa desaceleração progressiva tem um impacto direto na disponibilidade de produtos e serviços, gerando uma dinâmica na qual as empresas precisam planejar com antecedência para mitigar o impacto negativo em suas operações.


Um dos desafios logísticos mais evidentes é o período de recuperação pós-Ano Novo Chinês, que geralmente requer entre 4 e 6 semanas para que fábricas e operações portuárias voltem a funcionar em plena capacidade. Durante esse tempo, as empresas enfrentam limitações e restrições que afetam diretamente o planejamento e a execução de envios e entregas.


Antes do Ano Novo Chinês, as empresas são obrigadas a antecipar suas necessidades de envio para atender à crescente demanda antecipada e garantir o fornecimento contínuo durante o período festivo. No entanto, essa antecipação gera restrições de capacidade, especialmente no transporte marítimo, onde a demanda experimenta um aumento notável, especialmente nas exportações. A falta de disponibilidade de contêineres torna-se um problema recorrente, e os consequentes atrasos no transporte e o aumento dos custos de envio tornam-se uma realidade com a qual as empresas precisam lidar estrategicamente.


Além disso, o período anterior ao Ano Novo Chinês é caracterizado pela congestão nos portos, onde a acumulação de envios e a escassez de recursos humanos relacionada às férias contribuem para atrasos e gargalos no movimento de mercadorias. Esse fenômeno se traduz em um impacto direto na logística rodoviária, ferroviária e aérea, com atrasos significativos que afetam a fluidez das operações.

O aumento da demanda e a diminuição da oferta durante o Ano Novo Chinês geram tarifas inflacionadas e custos de envio mais altos, transformando essas datas em um período de alta temporada com uma série de desafios econômicos e logísticos. As empresas são obrigadas a assumir tarifas de frete mais caras e enfrentar taxas adicionais, afetando diretamente a lucratividade das operações.


Diante desse cenário complexo, a preparação e o planejamento tornam-se elementos cruciais para gerenciar as operações logísticas e minimizar o impacto do Ano Novo Chinês nos negócios. Uma abordagem proativa torna-se essencial, e as empresas devem avaliar a confiabilidade e os recursos de seus parceiros logísticos, antecipar as necessidades de envio e comunicá-las claramente, reservar com antecedência contêineres ou espaço para embarcações, aproveitar dados para uma gestão eficaz do inventário e considerar opções como envios múltiplos e menores em vez de cargas completas de contêineres.


O Ano Novo Chinês apresenta desafios logísticos notáveis para empresas em todo o mundo. A preparação antecipada por parte das empresas é essencial para lidar com a redução na produção antes do festival, a congestão nos portos e a escassez de recursos humanos.


Descubra as vantagens de planejar sua cadeia de suprimentos com a SPARX. Com nossa principal base operacional na China, estamos um passo à frente para enfrentar a complexidade do Ano Novo e seus impactos na cadeia de suprimentos.


Comentarios


GET IN TOUCH

Get the Ball Rolling!

A global network, potential savings, a tricky logistic situation that you just can’t solve -Send us a message and we’ll respond within 48 hours of receiving your inquiry.
Connect with us

ENTRE EM CONTATO

Fazer a bola rolar!

Uma nova localização de fornecimento? Procurando por possíveis economias? Uma situação logística complicada que você simplesmente não consegue resolver? Envie-nos uma mensagem e responderemos dentro de 48 horas após recebermos sua consulta.
bottom of page