top of page
  • marvintoledo

Cúpula da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP28): Desafios e Oportunidades nas Cadeias de Abastecimento

Atualizado: 9 de mai.



Durante a COP28, realizada em Dubai, Emirados Árabes Unidos, de 30 de novembro a 12 de dezembro de 2023, líderes governamentais, empresariais, ONGs e sociedade civil se reuniram para encontrar soluções concretas e acelerar ações para enfrentar a crise climática global. Os líderes concordaram em reduzir a produção de carvão, petróleo e gás o mais rápido possível, triplicando a capacidade de energias renováveis até 2030.


O transporte marítimo, responsável por cerca de 80% do comércio global de mercadorias, foi o foco da COP28, sendo pressionado a descarbonizar o mais rapidamente possível. Nesse sentido, durante a conferência, surgiu a necessidade de implementar estratégias mais eficientes para descarbonizar as cadeias de abastecimento, resultando em uma série de acordos.


Descarbonização da frota mercante mundial até 2050


O transporte marítimo está sob pressão para descarbonizar, e os CEOs das principais empresas de navegação (Maersk, MSC, Hapag-Lloyd e CMA CGM) emitiram uma declaração conjunta na COP28 pedindo uma data final para novas construções movidas exclusivamente por combustíveis fósseis, instando a Organização Marítima Internacional (OMI) a criar condições regulatórias para acelerar a transição para combustíveis verdes. A UNCTAD destaca que a incerteza regulatória e as alternativas aos combustíveis fósseis estão atrasando os investimentos. Estima-se que a descarbonização da frota mundial até 2050 possa custar entre US$8.000 e US$28.000 milhões anuais, com uma necessidade adicional de entre US$28.000 e US$90.000 milhões anuais para a infraestrutura de combustíveis neutros em carbono.


UE intensificará a cooperação com países parceiros em cadeias de abastecimento sem desmatamento e adotará novas medidas de apoio.


Em 9 de dezembro, durante a COP28, a Comissão Europeia, juntamente com os governos da Alemanha, Países Baixos e França, lançou a iniciativa global "Equipo Europa sobre Cadenas de Valor Libres de Deforestación". Essa iniciativa visa apoiar os países parceiros na transição para cadeias de valor agrícolas sustentáveis, sem desmatamento e legais. A UE e seus Estados membros anunciaram um pacote inicial de 70 milhões de euros em financiamento para a implementação dessa iniciativa.


Ajudas bilionárias à agricultura diante dos desafios climáticos.


Ficou acordada a necessidade de transformar os métodos de produção, distribuição e consumo de alimentos para conservar, proteger e restaurar pelo menos 30% das terras e oceanos até 2030. Pretende-se impulsionar um investimento de 200 bilhões de dólares anuais para financiar esses objetivos de biodiversidade.


Portos de Long Beach, Los Angeles e Singapura anunciam a criação de um corredor marítimo ecológico e digital.


A Autoridade Marítima e Portuária de Singapura (MPA), o Porto de Long Beach e o Porto de Los Angeles apresentaram uma parceria estratégica para criar um corredor marítimo ecológico e digital pelo Oceano Pacífico. Este corredor transpacífico visa fornecer estratégias replicáveis para portos e empresas na cadeia de abastecimento, com o objetivo de descarbonizar o comércio internacional, estabelecer melhores práticas, impulsionar a adoção de tecnologias e aproveitar as redes existentes.


APM Terminals e DP World lançam a Zero Emission Port Alliance (ZEPA)


APM Terminals e DP World anunciaram a formação da Zero Emission Port Alliance (ZEPA), uma coalizão estratégica com o objetivo de acelerar o caminho para zero emissões de carbono para equipamentos de manuseio de contêineres (CHE) nos portos. A aliança começará suas atividades no início de 2024, e a adesão a essa coalizão estratégica está aberta a todos os participantes da indústria. Durante a sessão de anúncio na COP28, APM Terminals e DP World explicaram que a ZEPA trabalhará para aumentar a adoção de CHE com bateria elétrica em toda a indústria e catalisar maiores reduções de emissões nos portos.


Pacific International Lines e DP World desenvolverão soluções ecológicas para a cadeia de abastecimento.


Pacific International Lines (PIL) e DP World assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para desenvolver conjuntamente soluções ecológicas para descarbonizar as cadeias de abastecimento globais. No curto prazo, ambas as partes colaborarão em remessas de teste entre o Porto de Jebel Ali, em Dubai, e destinos dentro da rede da PIL, com iniciativas para reduzir a pegada de Gases de Efeito Estufa (GEE) das remessas. Realizarão remessas de navios movidos por uma mistura de biocombustíveis, seu abastecimento e a implantação de equipamentos de manuseio de contêineres em terminais que operam com energia renovável. A longo prazo, as empresas explorarão a possibilidade de expandir essa parceria para incluir outros portos na rede global da DP World e usar outros combustíveis alternativos, como e-GNL, metanol ou amônia verde, nas operações de navios e no abastecimento de combustível da PIL.


Em conclusão, as parcerias estratégicas, os pacotes econômicos e todos os acordos alcançados na COP28 para descarbonizar as cadeias de abastecimento representam um passo importante na luta contra as mudanças climáticas. No entanto, há ainda muito trabalho a ser feito, e é crucial que governos, empresas e sociedade civil trabalhem juntos para desenvolver e implementar soluções inovadoras que permitam reduzir as emissões de gases de efeito estufa nessa parte significativa da economia global. É fundamental trabalhar em uma transição justa das cadeias de abastecimento para um modelo mais sustentável.

Comments


GET IN TOUCH

Get the Ball Rolling!

A global network, potential savings, a tricky logistic situation that you just can’t solve -Send us a message and we’ll respond within 48 hours of receiving your inquiry.
Connect with us

ENTRE EM CONTATO

Fazer a bola rolar!

Uma nova localização de fornecimento? Procurando por possíveis economias? Uma situação logística complicada que você simplesmente não consegue resolver? Envie-nos uma mensagem e responderemos dentro de 48 horas após recebermos sua consulta.
bottom of page